11- 45181244 - 9-40364050(Whatsapp) - 93*13565   O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 FELIPE E FALCÃO part. BRUNO E MARRONE "Não te Perdoo" 2018 Clip Oficial

De casa nova, o clima para Felipe Andreoli é outro depois do contrato com a Globo Escrito por Super User
Categoria: TV Notícias Publicado em Terça, 27 Janeiro 2015 13:07 Acessos: 1275
“Sou uma mistura de Marcos Veras e Lair Rennó”, diz Felipe Andreolli ao estrear na Globo
 
De casa nova, o clima para Felipe Andreoli é outro depois do contrato com a Globo para integrar a equipe do 'Encontro com Fátima Bernardes'. Clima, inclusive, foi o tema de sua primeira reportagem para o canal. A estreia do profissional aconteceu nesta segunda-feira, 26. A data também marcou o retorno de Fátima ao programa. Ela estava de férias desde o começo do ano.
 
Em entrevista ao site da atração, Andreoli falou sobre o novo desafio. "A expectativa é das maiores. Estou muito feliz. É muito legal fazer parte da equipe da Fátima. Acho que me encaixo bem no programa, porque também tenho essa característica de misturar jornalismo com entretenimento. Acho que sou uma mistura entre o Marcos Veras e o Lair Rennó. Vou mostrar que tenho versatilidade, quero surpreender".
 
Até então contratado da Band, Andreolli fazia o programa noturno 'CQC'. Com a ida para a Globo, sua rotina precisou mudar. "Sempre trabalhei à noite e consequentemente dormia tarde. Agora, a história é outra. Rafa (Brites, mulher do jornalista e repórter do 'Mais Você') tem me ajudado nisso, além disso, gosto de acordar cedo para ver as matérias dela no 'Mais Você'. A gente está em uma fase profissional muito legal", comemorou o novo global.
 
Em seu primeiro "encontro" com Fátima, Andreolli participou da atração no palco e apresentou a reportagem sobre o calor. "São Paulo sempre foi considerada a terra da garoa e do friozinho gostoso e agora também é a terra do calorão. Esse é o verão mais quente dos últimos 72 anos e a média de temperatura, só em janeiro, é de 33 graus", disse ao abrir sua matéria.
 
No vídeo, ele foi atrás de trabalhadores paulistas que sofrem, ou não, com as altas temperaturas. Churrasqueiro, professora de natação, motorista de ônibus e profissionais de um frigorifico serviram como fonte para a reportagem de Andreolli, que, nos estúdios, foi complementada com a opinião do professor de biologia Paulo Jubilut. O acadêmico explicou como o corpo humano aguenta as altas temperaturas.
 
Veja como foi a estreia de Andreolli na TV Globo: